Cura Natural

Qual a idade indicada para fazer o exame da próstata

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), a maioria dos homens brasileiros (51%) não vai ao médico regularmente.

O problema é que o câncer de próstata ocupa a 15ª posição em mortes por câncer, em homens, o que significa cerca de 6% do total de mortes por câncer no mundo, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca).

O pior é que seus sintomas só costumam surgir quando o câncer está em estágio avançado, quando as chances de cura são bem menores.

Por isso, a melhor forma de prevenir, sem dúvida, é diagnosticando precocemente, através de exames como toque retal e a análise sanguínea do PSA.

Exames para avaliar a próstata

PSA – Exame de sangue

É realizado a partir de um exame de sangue comum, avaliando o marcador tumoral PSA, que tem como resultados normais valores menores do que 4 ng/ml. Dessa forma, quando o valor aparece maior, isso pode significar a existência de problemas como inflamação da próstata ou câncer. Por outro lado, esse valor pode aparecer maior, também, em função da idade e, por isso, é importante levar em conta o valor de referência do laboratório.

Confira Também: Renova Prost Reclame Aqui

Toque retal

Também é um exame fundamental para avaliar a próstata, realizado em consultório, por um urologista ou proctologista. Embora seja muito temido e cheios de tabus pelos homens, esse exame é muito rápido, leva menos de 1 minuto e não dói, apesar de desconfortável e, para a grande maioria, constrandegor. Esse exame avalia se a próstata está maior ou mais dura do que deveria.

Ultrassonografia transretal

Também chamado de ecografia da próstata, esse exame visa avaliar o tamanho desta glândula e identificar possíveis alterações na sua estrutura, essencial no diagnóstico do câncer de próstata, ainda no início do seu desenvolvimento. Mas por ser uma exame invasivo, não precisa ser realizado em todos os casos, apenas  quando existe alterações no PSA e toque retal, e o médico, então, aproveita este exame para colher a amostra para a biópsia da próstata.

Fluxometria urinária

Esse exame, de medição do jato de urina, é pedido pelo médico para avaliar a força do jato e a quantidade de urina em cada micção. E isso porque quando existem alterações na próstata o jato fica mais lento e fraco. Embora não seja um exame que sirva para diagnosticar câncer de próstata, se for o caso, ajudará a  entender seu impacto na bexiga e uretra.

Exame de urina de laboratório

Outro exame que também pode ser pedido é o de urina, chamado PCA3, específico para avaliar se existe câncer de próstata, já que o exame não mostra outras alterações, como a hiperplasia prostática. E mais, esse exame também identifica a agressividade do tumor, sendo útil para escolher o tratamento adequado.

Biópsia

Sempre realizada em conjunto com a ultrassonografia prostática, a biópsia da próstata é feita para confirmar diagnósticos de alterações nessa glândula, apontando se há presença de câncer ou tumores benignos, sendo necessário retirar um pedacinho desta glândula para enviar para análise no laboratório.

Afinal, qual a melhor idade para fazer exame da próstata?

A indicação é que exames de diagnóstico, como PSA e toque retal, sejam realizados à partir dos 50 anos de idade. Porém, no caso de haver casos com parentes de 1º grau, com CA de próstata, aí então, a indicação é realizar à partir dos 45 anos de idade.

Os exames PSA e toque retal são básicos e devem ser repetidos 1 vez por ano e se encontrado alterações nos 2 exames básicos, o médico, então, solicitará os outros exames, conforme à necessidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *